Elevador: história e tudo o que você precisa saber.

 

Você conhece a história do elevador? Sabe como surgiu, de onde veio, quais são seus componentes? Bom, vou explicar tudo isso para você e muito mais! Aqui você vai ficar sabendo a história do elevador e o que é mais importante você saber sobre ele! 😉

O elevador é um dos principais meios de transporte da atualidade. Caso não existissem os grande centros urbanos, com arranha-céus seriam impossíveis de existir! Hoje os elevadores atingem altas velocidades e alcançam alturas jamais imaginadas! E isso é algo relativamente novo! Por isso, vou mostrar aqui a história do elevador! Pois antes, ele definitivamente não era um meio de transporte rápido! Elevadores rudimentares, ou guinchos (como eram chamados), estavam em uso durante a Idade Média e desde o terceiro século A.C. na antiga Roma! Esses elevadores eram abertos, em vez de fechados, e consistiam de uma plataforma com guinchos que permitiriam que o carro se movesse verticalmente! Os guinchos eram normalmente trabalhados manualmente, por pessoas ou animais ou rodas de água! Então, estamos falando da Idade Média, certo? Se pararmos para pensar, o elevador é algo realmente PRÉ HISTÓRICO e existe há milhares de anos! 😯

E então, somente depois da Revolução Industrial, no século XIX, com a máquina a vapor, que foi possível a construção de elevadores fixos para transportar materiais e, principalmente, pessoas! Para se ter uma ideia, os primeiros elevadores a vapor demoravam cerca de 2 minutos para subir 8 andares, comparando a velocidade, atualmente existem elevadores que percorrem 100 andares em 1 minuto! Ou seja, realmente os elevadores não eram nada VELOZ. Na sequência da história do elevador, como chegamos no que somos hoje? Como foi o “start” dessa evolução? Bem, Werner von Siemens construiu o primeiro elevador elétrico em 1880. O elevador foi movido por um motor construído sob a plataforma e levantou-o usando um sistema de engrenagens baseado no princípio dínamo-elétrico. Desde então os elevadores foram se tornando cada vez mais modernos e inteligentes, com grande foco em redução de energia e melhoria de performance! 💯

Já sabemos que o elevador vem desde a Idade Média, mas depois de ter passado por muitos estudos e evoluções para hoje ser esse meio de transporte veloz e extremamente seguro que é utilizado no mundo todo, quais são seus componentes? Como funciona o elevador? Vou explicar em detalhes para você:

➡️ Casa de Máquinas: a casa de máquinas é o recinto destinado a abrigar a máquina de tração, quadro de comando e outros dispositivos destinados ao funcionamento do elevador;

➡️ Cabina: muitas pessoas costumam se referir a cabina para indicar o elevador como um todo, o que não é correto. Ela é apenas uma parte dele, responsável por transportar pessoas e objetos;

➡️ Operador de Portas: o operador de portas, mecanismo motorizado situado sobre a porta da cabina, garante abertura e fechamento das portas do elevador ao chegar no pavimento determinado, permitindo o embarque e o desembarque dos passageiros;

➡️ Máquina de Tração: constituída basicamente de motor, polia de tração e freio;

➡️ Motor de Tração: o motor do elevador é responsável pelo fornecimento da potência necessária ao movimento da cabina e contrapeso;

➡️ Caixa de Corrida: a caixa de corrida do elevador é o espaço físico da edificação formado por paredes verticais, fundo do poço e teto, acessado normalmente através das portas de pavimento, por onde se movimentam a cabina e o contrapeso;

➡️ Porta de Pavimento: são as portas do elevador instaladas nos diversos andares onde a cabina pode efetuar paradas para acesso dos passageiros;

➡️ Painel ou Quadro de Comando: equipamento responsável por controlar todas as estratégias de funcionamento do elevador;

➡️ Quadro de Força: o quadro de força do elevador propicia proteção à instalação elétrica e permite ativar e desativar o fornecimento de energia elétrica para o elevador;

➡️ Limitador de Velocidade: dispositivo de segurança, constituído basicamente de mecanismo de disparo centrífugo, polias, cabo de aço e interruptor;

➡️ Contrapeso: o contrapeso consiste em uma armação metálica formada por duas longarinas e dois cabeçotes, onde são fixados pesos, de tal forma que o conjunto tenha peso total igual ao do carro acrescido de 40 a 50% da capacidade licenciada;

➡️ Correntes e cabos de compensação: o cabo ou corrente de compensação é usado para compensar ou contrabalancear o peso dos cabos de tração quando o conjunto contrapeso e cabina estão situados em posições opostas.

➡️ Poço: o poço do elevador é o espaço físico situado na parte inferior da caixa de corrida abaixo do nível de parada extrema inferior.

➡️ Energia de Emergência: a fonte de emergência entra em funcionamento automático na falta de energia elétrica garantindo a segurança dos passageiros, proporcionando iluminação na cabina e o acionamento de uma sirene;

➡️ Aparelho Seletor: sinaliza ao quadro de comando de forma eletromecânica ou eletrônica o posicionamento dos elevadores, sentido de movimento e as paradas correspondentes às ordens e chamadas registradas;

➡️ Cabo de Comando: cabo elétrico flexível destinado à comunicação elétrica entre a cabina, dispositivos da caixa de corrida e o quadro de comando;

Esses são todos os componentes de um elevador! É bastante coisa e coisa que nem imaginávamos, certo? Porém cada componente desse, cada detalhe dele é importante para o elevador ser hoje o que é, afinal, o elevador é um meio de transporte que transformou a forma que as grandes cidades se desenvolveram e é utilizado em todo o mundo! No nosso dia-a-dia utilizamos o elevador sem mesmo perceber ou parar para pensar em como ele é feito! 💯✅

Deixar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados